Espera

setembro 15, 2008

 Muitos esperam ansiosamente o ano inteiro o dia da chegada do aniversario de um amigo, um parente querido bem como seu próprio dia para celebrar a vida. Este final de semana foi muito especial para mim  porque sábado foi meu aniversario e só posso agradecer a Deus pelo seu infinito amor e misericórdia que tem me seguido desde que eu ainda era substância informe. Na verdade vivi no dia anterior uma situação muito curiosa. Eu estava a trabalho em Buenos Aires na Argentina e ao passar pela imigração para retornar ao Brasil, o agente da policia argentina me devolveu meu passaporte olhou para mim e disse: “Parabéns por amanha”. Quando ouvi aquelas palavras meus olhos se encheram de lagrimas e senti um cuidado de Deus tal especial, foi como se a nação Argentina estivesse demonstrando um carinho por mim, me dando os parabéns pelo meu aniversario. Aquele viagem havia sido um grande desafio onde Deus me capacitou a viver cada minuto, o que deu mais peso aquelas palavras. Deus sabia que este não seria um aniversario completo já que meu esposo, o Henrique, estava de viagem a trabalho para o Chile, e minha mãe e querida Iana também se encontravam fora com o Diante do Trono ministrando nos EUA. Para mim toda e qualquer manifestação de carinho era importante, como aquelas palavras ditas pelo policial argentino no guichê da imigração. Assim, comemoramos meu aniversario eu, meu amado pai, a Isa e as pequenas junto com alguns familiares em um almoço gostoso.

Ao mesmo tempo também vivi neste final de semana um misto de varias emoções que me colocavam a prova. E ainda que por deslize tivesse uma reação indesejada por ser confrontada com o meu próprio eu, logo me colocava em arrependimento pedindo a Deus que me mudasse, me curasse e me capacitasse a viver situações de pressão e reagir conforme Deus e o Espírito Santo esperavam. Não foi fácil. Não esta sendo fácil. Mas as situações de crise e pressão revelam nosso caráter e mostram onde devemos ser ainda mais moldados pelo Espírito Santo. Passei então este final de semana e em especial o domingo lendo o livro  “ Descobridores de Deus” do autor Tommy Tenney e entre as varias mensagens uma em especial falou direto ao meu coração. “Lembre-se que Deus vive alem do alcance e das restrições do tempo. Se puder aprender o processo de espera através da adoração, então você não vai mais ser um prisioneiro do tempo.” Estou hoje vivendo um momento de espera…..de espera pelo retorno do Henrique, retorno da minha mãe e irmã, espera por algumas definições profissionais, espera por alguns sinais ministeriais, esperas ……… O autor ainda ressalta “ O tempo é uma questão de perspectiva. Sempre que descansamos na presença  de Deus, encontramos a força  para permanecermos em pé, pois nos conectamos aquele que segura a eternidade na mão”. Deus nunca se atrasa, é sempre preciso e durante o processo de espera em adoração Ele nos ensina, nos molda e nos faz depender Dele somente Nele em cada dia da nossa espera.

Anúncios

Homens e Mulheres segundo o coração de Deus

setembro 5, 2008

Os livros de Reis nos contam a trajetória do reis de Israel e Judá. I Reis começa contando sobre a velhice do rei Davi. Davi foi um homem segundo o coração de Deus, assim nos diz a bíblia. Mas o que quer dizer um homem segundo o coração de Deus? 

Ao seguirmos a leitura pelo livro de Reis, percebermos que o que Deus mais abominava no meio do povo era a adoração a outros deuses.

Postes ídolos eram colocados nos altos das cidades e ali se sacrificava a Baal e se prostituía em adoração aos  deuses (1 Reis 14: 23 e 24). Todos os reis de Israel e Judá que não baniram tal prática do meio do povo sempre a eles era referida a seguinte expressão “e fez o que era mau perante o Senhor”.

Dentro de todos os reis depois de Davi , o rei Asa me chama muita a atenção. Em 1 Reis 15: 11 a 15 diz que Asa fez o que agradava ao Senhor. Estes atos de Asa foram justamente expulsar de todo Judá os que praticavam a prostituição como parte dos cultos pagãos e retirou todos os ídolos que haviam sido instituídos pelos reis anteriores.

Esse é um chamado de Deus muito especifico para nós hoje. 1 Pedro 2:9  diz que somos  povo escolhido de Deus, sacerdotes do rei. E como sacerdotes do Rei instituídos pelo nosso Deus, autoridades nessa terra Ele espera que nós derrubemos os postes ídolos a começar da nossa vida. Tudo aquilo que toma o lugar de Deus em nossa vida precisa ser destituído.       

Não somos perfeitos, mas com certeza como filhos de Deus queremos sempre acertar. E a história do rei Asa de Judá me chama mais uma vez a atenção. No versículo 14 de 1 Reis 15 a palavra nos diz que Asa não destruiu todos os lugares pagãos de adoração mas o que estava em seu alcance ele fez e foi fiel ao Senhor durante toda a sua vida. 

Assim para mim ser um homem e uma mulher segundo o coração de Deus e agrada-lo através da nossa vida é ter um coração voltado para o Senhor  cumprindo um chamado de santidade e buscando estabelecer o governo de Deus neste mundo apesar de tantas limitações que há em nós.